Quem escreveu o livro de Gênesis na Bíblia?

5 minutos para ler

O livro de Gênesis é o primeiro livro do Antigo Testamento e um dos livros mais importantes da Bíblia.

Gênesis conta a famosa história de como Deus criou o mundo. Nos apresenta também o primeiro homem, Adão e sua companheira, Eva.

Além da incrível história da criação e da queda da humanidade, Gênesis contém algumas das histórias e pessoas mais conhecidas da Bíblia. Aprendemos sobre os heróis da fé, como Abraão e Noé, no livro de Gênesis.

Gênesis abrange um período bem longo de tempo e contém tantas histórias incríveis que pode ser complicado descobrir quem realmente o escreveu. Compreender quem escreveu Gênesis é importante. Pode ajudá-lo a se conectar às histórias de uma nova maneira e a entender o contexto de quando foi escrito e quem era o autor.

Quem na Bíblia escreveu o livro de Gênesis?

Como descobriremos, há mais de uma teoria sobre quem escreveu o livro de Gênesis. Muitos nomes foram apresentados, sendo o mais popular: Moisés. Acredita-se que o livro de Gênesis tenha sido escrito entre os séculos 16 e 5 aC.

Gênesis é o primeiro livro do Antigo Testamento e do Tanakh hebraico. Também faz parte do Pentateuco, que é o nome hebraico para os primeiros cinco livros do Antigo Testamento.

Então, quem escreveu o livro de Gênesis na Bíblia?

As teorias sobre quem escreveu Gênesis são discutidas há centenas de anos, e estas duas principais são as mais confiáveis.

A teoria da Autoria por Moisés

A definição está no nome da primeira teoria que vamos examinar, a Autoria Mosaica. Essa abordagem sugere que Gênesis fora escrito apenas por Moisés.

O principal argumento para esta teoria é que em outra parte do Antigo Testamento é dito que Moisés escrevera a lei e os mandamentos de Deus. Jesus, em João 5, também atribui a Moisés sua escrita.

Moisés é creditado por escrever a totalidade do Pentateuco. O Pentateuco são os cinco primeiros livros da Bíblia hebraica: Gênesis, Êxodo, Levítico, Números e Deuteronômio.

Esses cinco livros contêm a lei e os mandamentos de Deus. Então, quando você lê em passagens como Deuteronômio 31:9 e Josué 1:7-8 sobre Moisés escrevendo a lei de Deus e seus mandamentos, você encontra uma conexão convincente de Moisés como o autor de Gênesis.

A Hipótese Documentária

A segunda teoria que vamos explorar é a Hipótese Documentária.

Essa teoria sugere que Gênesis fora escrito por mais de uma pessoa e posteriormente reunido em um único documento. O estilo de ‘compilação’ de autoria é apoiado por um motivo principal.

A análise textual mostra que o estilo, a linguagem e o conteúdo do livro variam, até certo ponto, ao longo do livro. Essas variações de estilo, linguagem e conteúdo são a principal razão pela qual a Hipótese Documentária evoluiu.

Outro detalhe interessante na Hipótese Documentária é a observação de que Deus ser referido por diferentes nomes ao longo de Gênesis e Êxodo também poderia sugerir que o livro fora escrito por mais de uma pessoa.

Então, qual delas está correta?

A teoria da qual você toma partido se resume muito provavelmente ao resultado de seu próprio estudo e interpretação. Mas, se você acredita que Moisés escreveu e compilou o livro de Gênesis, ou que foi uma mistura de autores, o livro permanece como a inspiradora e poderosa palavra de Deus.

Quanto mais você estuda Gênesis, mais você percebe quantos detalhes importantes e interessantes sobre nossa fé ele contém. Aqui estão alguns nos quais mergulhar para inspirar seu estudo da Bíblia daqui para frente:

A Primeira Aliança

Gênesis contém a primeira aliança feita entre o homem e Deus. As alianças são um tema importante em toda a Bíblia. Simplificando, uma aliança é um relacionamento entre dois parceiros que fazem promessas obrigatórias um ao outro e trabalham juntos para alcançar um objetivo comum. As alianças costumam ser acompanhadas de juramentos, sinais e cerimônias.

As alianças são uma forma de promessa espiritual, um relacionamento que une as duas partes. O primeiro exemplo de aliança na Bíblia é entre Deus e Abraão em Gênesis. Nós nos referimos a isso atualmente como a aliança abraâmica.

Deus continua a fazer alianças com seu povo em toda a Bíblia, você pode acompanhar o tema das alianças nas escrituras começando com Abraão e passando por Noé e Davi.

As alianças fazem mais do que apenas nos lembrar de um acordo, ou marcar momentos-chave na Bíblia, elas demonstram que o coração de Deus está em parceria conosco.

Muita história

Gênesis cobre mais de 2.000 anos de história. Isso não é incrível? O intervalo de tempo em Gênesis é maior do que o restante da Bíblia combinado.

Ao lermos sobre Abraão, Noé e José, temos uma visão incrível das origens da sociedade e das culturas em todo o mundo.

O fundamento da nossa fé

Parece óbvio, mas Gênesis também contém o próprio fundamento de nossa fé. A leitura deste livro nos lembra de três coisas cruciais:

  1. Deus é o criador de todo o universo. Ele é o criador e nós somos Suas criaturas.
  2. Deus nos fez à sua semelhança. Somos a única parte de sua criação que ele fez à sua imagem.
  3. Quando Deus nos criou, seu desejo era viver em comunhão conosco.

Apenas lembrar-se dessas três verdades simples pode ser uma maneira poderosa de se conectar com Deus novamente.

Um processo contínuo

Há muito mais para aprender sobre a Bíblia. Desde quem escreveu o livro de Gênesis, até o significado completo da morte de Jesus na cruz ou da Igreja e seu papel no mundo de hoje.

Embora estudar as escrituras em sua totalidade possa ser assustador, você pode ler e meditar em pequenas passagens todos os dias. Ao fazer isso, você desenvolverá uma compreensão do quadro maior que a Bíblia pinta e descobrirá que o Espírito Santo traz palavras específicas à vida para você também.

Por que não tentar seguir um plano de leitura da Bíblia ou ouvir/ler um trecho de uma passagem Bíblica como devocional diário? O aplicativo Glorify pode te ajudar nisso.

Mergulhar em Gênesis realmente é apenas o começo.

Fotos de Derek Sutton no Unsplash

 

Download Glorify app

Comece a desenvolver bons hábitos hoje!

Baixe agora!
;