Como os cristãos devem responder à depressão?

9 minutos para ler

A doença mental é algo que só recentemente começamos a entender, então como podemos abordar a depressão como cristãos? Embora a palavra “depressão” não seja usada em muitas traduções da Bíblia, na verdade tem muito a dizer às pessoas nessa situação.

De passagens encorajadoras a exemplos de personagens bíblicos famosos que passaram por situações semelhantes. E sim, embora o cristianismo forneça maneiras de lidar com doenças mentais, os cristãos estão suscetíveis a sofrer de depressão.

Então, o que a Bíblia diz sobre a depressão?  A depressão é compatível com a vida cristã e o que os cristãos podem fazer para ajudar as pessoas ao seu redor?

Procuramos responder essa questões aqui no post. Mais abaixo, também sugerimos 5 coisas que você pode fazer para aliviar a depressão.

 

Como os cristãos devem responder à depressão?

Apesar do que alguns acreditaram no passado, a depressão é uma doença real.

Para alguns, pode ser algo com que aprendam a conviver. Para outros, pode ser uma coisa sazonal ou algo que aconteça por um curto período de tempo, possivelmente após um incidente traumático ou evento de vida.

Certamente não há do que se envergonhar, e sugerir o oposto não estaria de acordo com o ensino da Bíblia sobre cuidar dos enfermos. Afinal, como exploraremos a seguir, houveram personagens na Bíblia que vivenciaram coisas semelhantes.

Qualquer pessoa pode sofrer de depressão como cristão. O líder da igreja anglicana no Reino Unido, o arcebispo de Canterbury, Justin Welby falou no passado sobre suas próprias lutas contra a doença mental e como ele lidou com isso.

Em última análise, sua história oferece esperança para os líderes cristãos de superar essa doença, mas também há histórias trágicas de líderes que não sobreviveram. Eles mostram o quão importante é sermos abertos sobre o que estamos passando e apoiar aqueles que estão lutando.

Nenhum cristão deve ter medo de procurar ajuda médica profissional quando precisa dela.

 

O que os cristãos acreditam?

Embora seja importante que as pessoas obtenham ajuda médica se precisarem (mais sobre isso abaixo), também acreditamos em um Deus que cuida e cura.

A Bíblia oferece esperança para aqueles que lidam com a depressão, de que sua condição não é o fim da história.

Também acreditamos que nada é impossível para Deus e que Ele cura doenças reais hoje. Se Ele pode curar o câncer ou a dor nas costas de alguém, por que não poderia curar doenças mentais?

Isso não vai acontecer o tempo todo, mas Deus sempre fornece o que precisamos quando caminhamos com ele. Isso pode significar cura completa ou parcial, ou algo mais dando condições de que você faça o que Ele o chamou para fazer.

Uma coisa que sabemos é que quando os personagens da Bíblia experimentavam depressão ou algo semelhante, Deus estava com eles nisso.

 

Personagens da Bíblia com depressão

A depressão pode parecer distinta para pessoas diferentes, mas às vezes pode ser caracterizada como tristeza ou desespero.

Embora nossa compreensão da doença seja muito mais avançada do que a dos autores bíblicos, não há dúvida de que ela sempre existiu.

Aqui estão alguns exemplos de onde ela aparece na Bíblia.

 

Davi e os Salmos

Os Salmos apresentam muitas emoções e estados de espírito. Mencionamos isso em nossa postagem sobre diferentes tipos de adoração. Enquanto muitos deles são esperançosos e otimistas, há outros que expressam desespero, solidão e ansiedade.

Embora não seja um Salmo de Davi, o Salmo 88 é notável por ser um dos salmos mais sombrios e desesperados do Saltério. No entanto, existem também aqueles como o Salmo 42, que levam o leitor a uma viagem. ‘Por que, minha alma, você está abatida?’ Diz no versículo 5, mas é seguido por uma solução com a misericórdia de Deus; ‘Ponha a sua esperança em Deus, pois ainda o louvarei’.

 

 

King David with harp
Davi transmitiu muitas emoções nos Salmos.

Jonas

A história de Jonas apresenta um caso difícil de desespero no final do livro. Jonas fez o que Deus pediu a ele, se bem que somente depois de um desvio de 3 dias na barriga de um peixe.

Mas no capítulo 4, vemos um Jonas com sentimentos confusos sobre o que aconteceu. Isso o leva a se tornar o que só pode ser descrito como suicida. “Senhor, tira a minha vida, porque é melhor para mim morrer do que viver”, diz ele no versículo 3. Este desejo de morte parece vir da raiva, mas é um exemplo interessante de um homem profundamente perturbado por sua própria mente.

 

Elias e Jeremias

A maioria dos profetas do Antigo Testamento passa por momentos difíceis. Nos relatos dos ministérios de Elias e Jeremias, há momentos em que eles estão em seu pior estado, sentindo-se perturbados e incapazes de continuar, muitas vezes também querendo a morte. Em ambos os casos, Deus é fiel.

 

Talvez o exemplo mais famoso de sofrimento na Bíblia esteja no livro de Jó. Este é o homem que perde tudo, então não é surpresa que ele sofra de profunda angústia, depressão e aversão a si mesmo. “Eu abomino a minha própria vida”, diz ele em Jó 10:1.

Isso não reflete necessariamente as experiências de depressão da maioria das pessoas, pois você não precisa ter passado por uma experiência traumática ou perda significativa para ficar deprimido.

No entanto, é interessante que Jó permanece fiel e inabalável ao Senhor durante toda essa experiência. Apesar do que passou, ele sabe que Deus está com ele.

 

Jesus

Sim, até mesmo Jesus teve momentos de desespero e abatimento.

Em um momento que revela sua humanidade, ‘O Homem das Dores’ clama ao Pai dizendo: “Minha alma está dominada pela dor até a morte… Aba, Pai’, disse ele,’  tudo é possível para ti. Toma este cálice de mim. No entanto, não o que eu quero, mas o que tu queres. ” Marcos 14:34-36.

Ele sabe o que é ter um fardo pesado e doloroso. Como tal, ele se junta a nós em nosso sofrimento.

O que você pode fazer para aliviar a depressão como cristão?

Certamente existem coisas práticas que podemos fazer para ajudar. Essas ideias são para quem esta lendo o blog e sofre de depressão, mas também podem ser para pessoas que você conheça.

 

1.Ouça música/devocionais

Uma maneira simples de aliviar sua situação é ouvir música ou meditações e devocionais calmantes. Existem até pesquisas que sugerem que ouvir certos tipos de música melhora a saúde mental.

Há muitas maneiras de fazer isso, incluindo ouvir uma lista de reprodução na plataforma de streaming de sua escolha.

É também uma das razões pelas quais criamos o Glorify, para fornecer aos cristãos uma variedade de coisas que eles podem ouvir, incluindo devocionais que são relevantes para uma ampla gama de situações da vida e listas de reprodução de músicas para diferentes estados de espírito. Baixe o aplicativo para verificá-los.

 

2. Passe algum tempo lendo a Bíblia

Como já mencionamos, a Bíblia inclui casos de personagens que experimentam depressão ou algo semelhante. Podemos extrair encorajamento do fato de que não estamos sozinhos.

Mas há também muito na Bíblia para nos encorajar em nossos momentos mais sombrios. Existem muitas passagens que podemos sugerir. Aqui estão algumas:

“Os justos clamam, e o Senhor os ouve; ele os livra de todos os seus problemas.
O SENHOR está perto dos corações quebrantados e salva aqueles que estão esmagados no espírito. ”

Salmo 34:17-18

“Lance todas as suas ansiedades sobre ele, porque ele se preocupa com você.”
1 Pedro 5:7

“O ladrão vem apenas para roubar, matar e destruir; Eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância. ”

João 10:10

Este é relevante porque a depressão é como um ladrão que muitas vezes surge quando é menos conveniente, perturbando nossa vida e tornando as coisas difíceis.

Provérbios 12:25 é um grande encorajamento para aqueles de nós que esperam levantar o ânimo das pessoas – “a ansiedade pesa no coração, mas uma palavra gentil o anima.”

Small group of people chatting at a cafe
tempo gasto com outras pessoas pode ser revigorante.

3. Adore e esteja em comunidade

Muitas vezes, se você está deprimido, a última coisa que deseja fazer é passar um tempo com outras pessoas. Pode ser tentador fazer  o mínimo possível.

Mas lutar contra essa ânsia de não fazer nada, passar tempo com as pessoas e se envolver em adoração, generosidade e outros aspectos da comunidade da igreja muitas vezes pode levantar nosso espírito, nos revigorar e renovar.

Claro, ir a um grande culto na igreja pode não ser conveniente por algum motivo; nesse caso, é bom encontrar maneiras de experimentar uma comunidade genuína sem fazer isso.

 

4. Mude de estilo de vida

As circunstâncias da vida são frequentemente culpadas por uma saúde mental ruim. Muitas coisas das suas condições no trabalho, na família ou em qualquer outro lugar podem drenar a sua energia vital e geralmente deixá-lo deprimido.

Identificar o que são essas coisas, orar para que Deus conserte a situação e fazer mudanças relevantes na vida podem ser a chave para seguir em frente.

 

5. Consulte um profissional de saúde mental

Em última análise, queremos encorajar a busca de ajuda médica adequada se você ou alguém que você conhece esteja sofrendo de depressão.

Se for esse o caso, você deve considerar consultar um médico especialista. Pode ser que, após a consulta, você decida que são necessários cuidados médicos, que podem incluir aconselhamento, terapia e/ou medicamentos.

Ao contrário da impressão que você possa ter, é normal que os cristãos consultem especialistas em suas áreas. Deus nos deu as ferramentas e o conhecimento para lidar com os desafios da vida. Se precisar de ajuda médica, certifique-se de obtê-la. Não há vergonha em seguir esse caminho, ademais a oração e a terapia são uma ótima combinação!

Se você luta com doenças mentais de qualquer tipo, temos muito conteúdo relevante em nosso aplicativo.

Download Glorify app

Comece a desenvolver bons hábitos hoje!

Baixe agora!
;